Gotas poéticas

“Não era de água a sua sede. Queria palavras. Não dessas de uso e abuso mas palavras tenras como o capim depois da chuva. Essas de reacender crenças.” Mia Couto

Para ser escritor é preciso ser inquieto (…)necessita trabalhar com algum elemento do universo do sensível para conseguir seguir. O cotidiano é tão bruto que ele precisa encontrar nesse outro mundo uma forma de união. “Jõao Anzanello Carrascoza

“Eis o efeito da leitura: atravessar o peito de quem lê, seja o leitor autorizado, seja o leitor comum.A mesma faca que fere é a faca que cura. José Castello

Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta. Cecília Meireles

Jogo o tempo na água ele nada. Marina Colasanti

Com qual se identifica mais?

Grata por sua visita

Norma Emiliano

Comments

  • chica
    Responder

    Gotas lindas de poesia trouxeste e eu fico hoje com a primeira, de Mia Couto!Achei muito lindo! beijos, ótima semana! chica

  • Celina
    Responder

    Fico com Marina Colasanti, prezada Norma.
    O poeta tece o cotidiano num universo novo.
    Bjs, bom dia!

  • toninhobira
    Responder

    Um bom fim de noite Norma.
    Quando recebi a Atualização fiquei curioso para vir ler e acabei sendo tragado por outra atividade, mas hoje vim e adorei estas Gotas e me vejo agora numa sinuca de bico em qual me enquadrar. Confesso que sempre amei esta de Cecília, “eu canto… ” que conheci musicada pelo Fagner, tem um trecho, que diz:”Irmão das coisas fugidias não sinto gozo nem tormento, atravesso noites e dias no vento.” Mas esta do Anzanello me deixou a pensar nesta inquietação, que tem muito de mim. Mas todas são ótimas e bem escolhidas.
    Então hoje vou ficar com Anzanello, pronto vamos nestas inquietação exorcizando sentimentos do cotidiano.
    Gostei desta postagem com este envolver-se.
    Beijo amiga.
    E a Super Lua vai vai ganhar pernas aqui?
    Tô esperando.
    Semana linda para você.

  • verena
    Responder

    Fico com A Moça Tecelã, Norma.
    Assim passava os dias…
    Nada lhe faltava.

    Amei as Gotas poéticas por aqui.
    Beijinhos de
    Verena.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: