Força Vital

“Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente…e não a gente a ele. Mario Quintana

Dando inicío a primeira postagem de 2022 e na companhia de Mario Quintana.

Força Vital

Na balança do tempo
O invisível letal mantém-se à espreita
E transforma a incerteza
Numa montanha russa de sentimentos.

Nada dura para sempre.
Na balança do meu tempo
O perigo já está além do suportável.
Quando desaparecerá ?

Quando me  serao retiradas
As amarras  que me tolhem?
Adiando os desejos de liberdade
Do ir e vir sem receios do mal
Que me cerceia.

Ao subir no topo da montanha
Abro os pulmões com forte som
Que me desperta da letargia
Que a descida provoca n’alma
Que se  revira para não permitir
Que a energia vital seja banida.

Norma Emiliano

Não faça da sua vida um racunho, poderá não ter tempo de passar a limpo”. Mario Quintana

Grata por sua visita sempre bem-vinda.

Norma Emiliano

Comments

  • chica
    Responder

    Lindo iniciar o ano com a frase de Quintana!
    E tua poesia fala muito bem dos tempos que vivemos.
    Loucos para nossa liberdade poder gozar,mas o medo ainda a nos rondar!
    Adorei!
    beijos, tudo de bom,chica

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Seja bem-vinda!
    Muito interessante a citação inicial de Mário Quintana.
    Magnífico o seu poema que nos fala em como nos sentimos asfixiados com o vírus, que não mais tem fim.
    Não vemos a hora de nos sentirmos livres, embora com a vacinação a situação tenha melhorado bastante. Cuidados devemos continuar a ter.
    Beijinhos e bom Ano!
    Ailime

  • Maria
    Responder

    Tem toda a razão Norma, nada dura para sempre. seria tão bom podermos reter os bons momentos e banir rapidamente os maus, mas infelizmente isso não é possível. Assim, em tempos difíceis, há que acreditar que o amanhã nos vai trazer, dias melhores e com plena liberdade.
    Belíssimo poema.
    Beijinhos

  • LUCIA DE FATIMA SILVA
    Responder

    Belíssima reflexão para iniciar o ano!
    Abraços fraternos!

  • Verena Niederberger
    Responder

    Linda e verdadeira a sua poesia, Norma.
    Nada dura para sempre.
    É necessário viver intensamente e aproveitar a vida pois, talvez, não dê tempo de passá-la a limpo.
    Tenha uma abençoado dia.
    Beijinhos
    Verena.

  • Fá menor
    Responder

    Muito boas palavras. Partilho dos mesmos sentimentos.

    Beijinhos.

  • Fê blue bird
    Responder

    Norma,
    Esse força vital não pode ser banida pois é ela que nos segura e impulsiona para a vida.
    Um poema libertador com uma energia contagiante. Excelente publicação para iniciarmos 2o22 com otimismo.

    Um beijinho querida Norma, feliz 2022!

  • taislc
    Responder

    Olá, Norma, que bela inspiração, é, a coisa não está boa, e esse poema serve como uma luva…

    “Na balança do tempo
    O invisível letal mantém-se á espreita
    E transforma a incerteza
    Numa montanha russa de sentimentos.”

    Uma feliz semana, na medida certa, a que dá!
    Beijo!

  • toninhobira
    Responder

    Lindo Quintanear Norma.
    Gosto de ler e ver quanta sensibilidade Quintana mostra nos escritos.
    Ótima escolha amiga.
    Um feliz e alegre leve fim de semana.
    Há que se cuidar novamente diante as novas ondas.
    Mas viver é preciso amiga.
    Beijo e tudo de bom.
    Bom ver seu blog normal.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

%d blogueiros gostam disto: