Elo perdido

Vamos nos inspirar com a proposta da Chica

selo botando cabeça permanente

A imagem de hoje me faz pensar nas diferenças, na diversidade de paisagem que encontramos em nosso belo País e na funcionalidade perfeita da natureza, no elo de tudo que existe, e do qual somos parte.

O mundo se salvará quando o homem colocar seu coração na plenitude da vida.

0 (1)

Tudo que

aqui vemos

tem uma serventia

O homem  ao  perder

a sua essência

Sente-se  maior

que tudo

Mas a natureza

está sempre a

lhe alertar

que se não se ajustar

será ele a desaparecer.

Participe.

Grata por sua visita.

Norma Emiliano

Comments

  • chica
    Responder

    MARAVILHOSA reflexão,Norma! É bem verdade e tomara o bicho homem acorde!!!
    Obrigadao! Bjs praianos e assim que der levo o link pro lugar! Chica

  • roseliabezerra
    Responder

    Bom dia de paz, querida amiga Norma!
    Uma participacao com cunho filosofico perfeito.
    Sem amorizar-se o ser humano tende se perder da sua essencia.
    Muito provavel a roborizacao em massa dos sentimentos que ja rola na vida real.
    Oxala nosso Coracao nao se perca pelo mar da vida!
    Sejamos de carne e osso ainda que sangremos de dor pela vida afora.
    Tenha dias abencoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • Anete Marques
    Responder

    Excelente participação!!!
    Que despertemos para fazer a nossa parte… A vida e a plenitude vêm do Criador…
    O meu carinho

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Belíssima e muito profunda sua leitura poética da imagem.
    Adorei,
    Beijinhos e bom fim de semana.,
    Ailime

  • MARCIA MARIA LUCONI
    Responder

    Norma realmente a humanidade não acreditam que estão se colocando em risco! E o pior colocam em risco todos seres vivos do planeta. São como crianças inconsequentes! Infelizmente usam seu livre arbítrio e colheram conforme o plantio! Profunda e verdadeira leitura poética da imagem! Bela participação! Bjos

  • Maria Luiza Saes de Rezende
    Responder

    Bem verdade, Norma, agorinha ouvi que no Alasca as geleiras estão derretendo assustadoramente por debaixo da água, sem contar que diariamente as notícias estão alarmantes demais! ! Só Deus! Linda, mas infelizmente triste verdade você mencionou! Abração!

  • Majo Dutra
    Responder

    É uma grande verdade, Norma.
    O poema sóbrio e elegante numa participação inteligente.
    Beijinho
    ~~~

  • toninhobira
    Responder

    Oi Norma, uma leitura de nosso desmando para com a natureza, que vive aos pulos com as destruições cada vez mais presente. A natureza responde cada vez mais furiosa e temos mudanças criticas, com repercussões terríveis, que nos assustam.
    Gostei poetizou lindamente e tristemente esta imagem do gigante mar.
    Uma boa semana com paz e inspirações.
    Beijo.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: