Chama da Vida 3

Participação da amiga Carmem Luiza Barros de Oliveira – Calu do blog Fractuais

A Chama Da Vida

chAMA-da-VIDA

Um Conto

A floresta já  fervilhava quando o Sabiá-laranjeira dá uma rasante na curva do tronco e quase se joga por sobre o galho lotado.Os piados de reprimenda da passarinhada ecoaram na clareira da floresta. Era burburinho do alto ao chão. Muito sisudo, Corujão apressava a todos os participantes da grande celebração. Ralhava com o coelho que tamborilava numa das raízes fazendo alarido, causando confusão.Chamava em brados dona Capivara que se refestelava à beira-rio e nem dava por sua aflição. Pedia ao coro dos pássaros no grosso galho que se preparassem, pois, a madrugada ia se dissipando em véus desnudando o céu. Arrumava a batuta presa na folha do tinhorão e clamava afinação na orquestra. Nada podia sair do tom. O Tamanduá trompetista lambia os beiços pra umedecer o sopro. O Galo clarinava trinados pra garantir uma esplêndida alvorada, enquanto as abelhas ensaiavam um zumbido novinho em folha como fundo para o coro oficial. Dona Cabra e seu marido apuravam o som dos violinos e Dona Cigarra acertava as cordas da sua guitarra.

___ Está na hora, o orvalho se derrama perfumando o ar, borrifando as pétalas, umedecendo as sementes que vão brotar, diz o Corujão em alto e bom som.

Toda a bicharada se apruma, estufa o peito, empunha os dons e ao comando do maestro, inicia a ode suprema de louvor à Chama da Vida que avermelha o horizonte tingindo céus e terra de um dourado vibrante.

Salve, o dia que surge! Salve o sol que se levanta! Salve  a vida que ressurge!

 

20171126_200033 (1) (1)

O despertar na aurora iluminada  pelo sol, reveste o dia de novas cores, anuncia à alma esperanças e confirma magia à existência.. (…) Há sempre muito mais a cada manhã.  Gratidão querida amiga Carmem Luiza por trazer mais  um encanto com sua alma iluminada. 

Norma Emiiano

Comments

  • chica
    Responder

    Adorei a história com a metáfora criada dessa luz do amanhecer com a chama da vida que deve ser bem acesa ser mantida! Linda participação da Carmem! Parabéns às duas! bjs, chica

  • Graça Pires
    Responder

    A luz da madruga inspirou este seu conto muito belo. Gostei muito.
    Uma boa semana.
    Beijos.

  • Élys
    Responder

    Um belo conto onde chama da vida nas suas mais vibrantes formas mostra todo o esplendor criado por Deus.
    Parabéns Calu.

  • Anete
    Responder

    Um bonito conto, exalando vida!
    A cada amanhecer surge uma nova oportunidade de ser feliz… Precisamos cativar a chama do AMOR…
    A festa está alegre, com homenagens diferentes e carinhosas…
    Um abraço

  • maria claudete ferreira herculano batista
    Responder

    exaltar a natureza nas suas criatura, nessa ode poética é ser grato ao Criador , que pensou em tudo para construir um paraíso e nele colocar um maestro….Assim caminhamos desde então ,saber reger com maestria tantos trinos e tantas habilidades revelam tambem a Chama da Vida. Bela homenagem à caminhada da Norma , regente que orquestra tão bem sua profissão, esse espaço e com certeza com muito amor sua familia. Parabéns à autora do poema e a Norma inspiradora do mesmo.

  • Diná Fernandes de Oliveira Souza Souza
    Responder

    Um bonito e magistral conto exaltando a vida . E a festa está tomando grandes dimenções com o belo poetar . Coisa boa é compartilhr da felicidade da Norma com o talento de cada um que chega com sua mensagem e a Chama da Vida vai ficando mais resistente.Parabéns Norma e Carmem.
    Abraço!

  • Roselia Bezerra
    Responder

    Boa noite, queridas amigas Norma e Calu!
    Um belo texto que leio, com calma, à luz da Chama da Vida…
    Um sisudo que ralhava , falava aos brados. Bem do tipo que não sabe viver… rs…
    Que estejamos no time de quem se refastela na grama … dos que lambem os beiços… que delicia conservar a Chama do Bem Viver como crianças felizes!
    Que nós possamos garantir uma esplêndida alvorada cheia de contentamento!
    Vivermos como se tudo ao nosso redor fosse “novinho em folha “….Que delícia!
    Ou quiçá fazermos do não tão novo… mas que amamos muito … algo saboroso e renovador…
    Encontro -me aos suspiros diante do orvalho borrifando as pétalas ….Que encanto este conto vivência!
    Ah! Este sol dourado… meu Deus!
    Queridas, estou romântica e ler este conto só me faz desejar à ambas um mundo feliz de conto de fadas… com direito à céu azul e felicidade infinita à nossa aniversariante do mês…
    Sejam felizes e abençoadas!
    Bjm fraterno, festivo e carinhoso de paz e bem

  • Toninho
    Responder

    Que maravilha de conto com esta preparação para a manhã que vem com todas as possibilidades. Acender a chama da vida que aflora em todos os reinos num belo conto com figuras maravilhosas.
    Muito lindo Calu.
    Bela festa Norma com estas amizades lindas.
    Beijos

  • Calu
    Responder

    Gente querida,
    agradeço lisonjeada aos elogios carinhosos aqui deixados em comentários ao conto de minha autoria.Inspirada pelo forte tema proposto pela Norma fui tracejando as cenas deste conto sem idade.

    Muito Obrigada a todos(as)vcs.
    Muito Obrigada, Norma, por mais este motivo feliz.
    Bjo,
    Calu

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Um conto magnífico com a especial escrita da nossa amiga Calu!
    Admiro-a muito e a festa assim ficou mais completa.
    Beijinhos para ambas.
    Ailim e

  • Majo Dutra
    Responder

    Uma participação original e muito interessante.
    ‘Carpe Diem’, estimada amiga!
    Abraço
    ~~~

  • verena
    Responder

    Querida Norma
    Linda e merecida homenagem em forma de conto lindamente escrita pela Calu.
    Deixo um beijinho carinhoso para ambas.
    Verena

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: