Apesar da Pandemia.

auto cuidado

“Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Clarice Lispector. Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres. Rio de Janeiro. 1998.

Em março de 2020, iniciamos um período que certamente ficará marcado na vida de todos nós, a pandemia, que trouxe mudanças drásticas para as nossas rotinas, sentimentos e interações.

Eu, por ser terapeuta de casal e família e ser associada a Associação de Terapia de Família do Rio de Janeiro (ATF/RJ) e membro da equipe da Comissão Científica 2018/2020, tive a possibilidade de ajudar na construção e participar de uma atividade, que denominamos Cuidando de Nós.

Esta experiência em grupo realizada de 15 em 15 dias, online, com a presença dos associados que se interessaram sobre o objetivos: trocas, e reflexões sobre este momento inusitado de ter como espelho (questões, mudanças, dificuldades, conflitos, emoções e sentimentos) que profissionais e clientes vivenciam.

Assim, de abril a junho foram realizados 5 encontros com os seguintes temas: Ressonâncias; Emoções; Medos e Ameaças; O enfrentamento para a volta as atividades após o isolamento social; Como lidar com os diferentes entendimentos e abordagens das interações na pandemia (reaproximações).

Esta atividade para mim foi extremamente produtiva, tendo em vista ser um espaço de pertencimento e que o valor do autocuidado se apresenta como vital para cuidar do outro. Desta forma, a cada etapa do processo, do isolamento social até o momento das iniciativas do Governo de retorno às atividades, pude caminhar nutrida por práticas diversificadas que me ampararam no sentir, refletir e agir, para pode seguir em frente, apesar do medo do invisível que nos cerca.

E fica a certeza de que só tendo a percepção da importância do auto cuidado ( o que posso fazer por mim) é que posso cuidar do outro, e que aqui estendo a todos níveis de interações, pois somos cogestores da nossa vida relacional.

O novo normal ( sem vacina ou medicação) só poderá ter sucesso com a responsabilidade de cada um por si e pelo outro.

Apesar de tudo sigo em frente…

Se ainda não leu Ressonâncias, clique aqui

Grata pela visita.

Norma Emiliano

Comments

  • chica
    Responder

    Esses encontros devem ser muito produtivos e o tema do grupo: Cuidando de Nós é amplo e importante. Vamos seguindo em meio à tantas coisas nessa pandemia! Mas não podemos esmorecer! bjs, chica

  • toninhobira
    Responder

    Apesar de tudo vai terminar bem amiga.
    E com alegria leio estas belas passagens de uma experiencia, que mesmo assim buscou de como enfrentar esta crítica situação sem se arranhar.
    Melhorando-nos seremos mais solidários e podemos fazer mais e muito pelo outro. belo fechamento conclusivo Norma.
    Beijo e tudo de bom amiga.

  • Sueli
    Responder

    Excelente leitura, temos que ter esse novo aprendizado de cuidar de nós no isolamento, pois realmente estão sendo muitas mudanças e muitos aprendizados.
    Bjs, Sueli

  • Luma Rosa
    Responder

    Oi, Norma!
    O cuidar de nós é ponto de partida para também cuidar do outro. Vale a máxima sempre “É preciso amar a sim mesmo antes de amar o outro”. Amor em si é saber doar-se, cuidar, amparar, se dividir.
    Beijus,

  • roseliadosreisbezerra
    Responder

    Boa noite de muita paz, querida amiga Norma!
    Sim, foi-se o tempo do cada um por si .agora é a fez de cada um pelo outro.
    Muito bom esse Novo Normal.
    Tenha dias abençoados!.
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • verena
    Responder

    Preciso, primeiramente, me amar e depois amar o outro.
    Estes encontros nos fortalecem, Norma.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

  • rudynalva
    Responder

    Norma!
    Que projeto fascinante, deve ajudar muito, principalmente de pan demia e como devemos agir quando ela passar.
    Parabéns!
    cheirinhos
    Rudy

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: