Um novo olhar

hqdefault

“De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.”

Vinicius de Moraes

 

Dezoito anos de vida em comum desfeita com muita mágoa e insegurança. Nos primeiros meses sentiu-se sem rumo. Aos poucos, começou a cuidar da aparência e novos interesses surgiram. Gostaria de sair, não tinha companhia. O que fazer?

Certo dia, uma antiga amiga,  que também se separara, convidou-a para conhecer um espaço no qual fazia dança de salão. Saiu de lá animada e disposta a fazer parte do grupo. Daí em diante, começou a fazer amizades, mulheres e homens, de idades variadas. Surgiram bailes e o grupo todo a animou a ir. Assim, de aula em aula, baile em baile, criou um círculo de amizade, bem como começou a conhecer outros bailarinos.

Passado alguns meses, seu brilho juvenil retornou, despertava interesses de alguns homens, que lhe cortejavam. Não tinha interesse de se relacionar então. Estava gostando da liberdade de ir e vir e estar com quem desejasse e fazer do seu dia o que escolhesse.

Ficou pasma, pois pensara que não queria ficar sem um parceiro. Na realidade, cada dia mais gostava de estar consigo, apesar de gostar de interagir. Foi nesta balança de se unir e estar separada que observou o quanto estava feliz.

Sabia que não se fechara para novos relacionamentos, mas o momento viria sem ansiedade, no tempo certo. O transcorrer dos dias  lhe mostrou que a separação foi o melhor que lhe aconteceu.

Grata pela visita

Norma Emiliano

Imagem Net

Comments

  • chica
    Responder

    Relacionamentos chegam ao fim, isso é normal. Bom quando as partes envolvidas de dão conta que podem ter um novo olhar para a vida, num momento sem pretensão de novo acontecer, mas não estar fechados para que aconteçam… Gostei de ler! bjs, tudo de bom, linda semana! chica

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Maravilhosa a introdução com um belo poema de Vinicius de Morais,
    Sobre o tema do seu texto embora não seja fácil opinar a este respeito, penso que será melhor o casal se separar quando já não há nada em comum.
    Tantos que refazem as suas vidas e reencontram a felicidade com um novo amor.
    Gostei imenso do texto que convida a um novo olhar.
    Um beijinho e uma boa semana.
    Ailime

  • verena
    Responder

    É preciso coragem para encarar a separação após longos anos juntos.
    Porém vale tentar. Nunca é tarde para recomeçar e ser feliz.
    Gostei muito do seu texto, Norma.
    Beijinhos.
    Verena.

  • Maria Claudete F.H.Batista
    Responder

    Belo texto!

  • https://poetandojuntosemisturados.blogspot.com/
    Responder

    Bom dia querida Norrma,

    Concordo a personagem do texto, quando a gente se acostuma com a liberdade, ai ai ,é pra se pensar muito sobre perdê-la, n verdade a solidão dói, penso que aborrecimento dói um pouco mais .Comigo não foi diferente, a separação me fez muito bem,
    Gostei da reflexão, muito bom.

    Bom dia com muita e inspiração.

    Deixo o link do novo blog, lá tem fest pr nossa querida Chica.

    https://celebrandosuavida.blogspot.com/2019/11/vamos-celebrar-com-chica.html

    Abraço.

  • Roselia Bezerra
    Responder

    Bom dia de paz, querida amgia Norma!
    A solidão necessária, não escolhida, é uma preparação de todo ser a um novo relacionamento que só acontece quando o coração está pronto para dar e receber, partilhar e servir amando.
    Muitas pessoas passam por esta fase difícil e são muito felizes depois… eu vivi só muitos e muitos anos. Foi uma solidão fecunda com outras prioridades inclusive a mimar os netinhos amados enquanto cresciam.
    Excelente postagem de alento aos que esperam…
    O Amor precisa ser amado, sem egoísmos. Doação irrestrita sempre.
    Tenha dias felizes!
    Bjm carinhoso e fraterbo de paz e bem

  • toninhobira
    Responder

    Um belo texto ilustrado com este soneto de Vina, que tão bem versou sobre o amor e o desamor. Romper com toda uma historia e reconta-la em nova estrutura é arte pela vida de relações. Não pensar que a guerra está perdida e arme-se de prudencia
    Muito boa escolha de tema e construção da postagem,
    Beijo

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: