Travessia

Ao participar da blogagem do blog chica fiz um poema e este se transformou em motivador para compor este conto.

2

Um sonho impossível

Encontrava-se viajando pela Europa há alguns dias; conhecia lugares que sempre ansiara por visitar, porém seu coração estava comprimido pelo sentimento de tristeza. A ideia da viagem fora de uma amiga, que sabedora da crise conjugal, considerou que seria bom este afastamento para reflexão.

Por ora, tudo era novidade, mas sua energia encontrava – se paralisada e mais um passeio aconteceria. Encontravam-se na Itália e iria fazer um passeio pelo mar. Assim, aconteceu nesta travessia algo que lhe despertou do estado  de apatia.

 

Olhos sonhadores

de verde esperança

Acompanham a maré.

*

O bater forte das ondas

 Mistura-se ao

compasso do coração

a ansiar o encontro

Que em breve acontecerá.

*

A travessia tão linda

Só pode anunciar

Que o melhor virá.

 

A partir de então, seguiu viagem com outro humor, estimulado pela esperança.  Ao regressar, no aeroporto, o marido e os filhos a esperavam. Seguiram para casa e não teve tempo de ficar a sós com o  parceiro, que logo se despediu para ir trabalhar

À noite, ficou a espera do retorno dele, que foi demorado como estava sendo ultimamente.  Com ar esfuziante, ela falou sobre o seu desejo de rever o relacionamento, dando-lhes novas chances. Contudo, o que não pensou, foi ele não querer manter o casamento por estar interessado por outra pessoa. Assim, sofreu uma grande frustração e percebeu que sua esperança foi fruto do momento de encantamento que a impregnou. Não atentou que para se  manter um relacionamento todos os envolvidos precisam estar implicados no mesmo desejo e investimento. Entretanto, esta poderá ser oportunidade de fazer uma travessia que a leve de volta a si mesmo e recomeçar.

Norma Emiliano

 

Comments

  • Chica
    Responder

    Sentada diante do meu Marzão te leio.Adorei tua inspiração e ela na empolgação e alegria achara que as coisas se resolveriam sozinhas. Pena, assim não foi e nem é assim que crises são resolvidas. Bjs praianos, chica

  • Lúcia de Fátima Silva
    Responder

    a poesia encantadora, o conto lindo, porém triste, pois a esperança de reavivar a chama do amor, reavivar o relacionamento foi-se como as ondas do mar. No entanto, dissestes bem: é preciso recomeçar sempre e com vigor, com ânimo que tudo dará certo. Beijos carinhosos e uma semana maravilhosa, Lúcia.

  • taislc
    Responder

    Viagem nenhuma resolve problemas, vamos com eles e voltamos com eles… As pessoas se enganam com isso, viajam para resolverem, para darem uma ‘espraiada’, mas quando regressam, os probleminhas estão ali…
    Beijo, Norma! Uma ótima semana.

  • toninhobira
    Responder

    Uau, que beleza de conto/poesia com uma introdução e fechamento fantástico Norma. A vida não nos prega peça em três atos, nós é que muitas vezes nos iludimos com a queda do pano no meio de um ato.
    Simplesmente linda construção.
    Abraços.
    Bjs.

  • Marina
    Responder

    A viagem despertou uma ilusão.. uma expectativa. Muitas vezes o relacionamento não é o que enxergamos, vemos no parceiro uma projeção de nossas perspectivas e ao nos depararmos com a realidade nos frustramos.
    Gostei muito de seu conto/poema e da reflexão que ele nos traz.
    Abraços e bom final de semana!

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: