Tempo para recordar

Sonhar mais um sonho impossível
Lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã se esse chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu
Delirar e morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão

Composição: J.Darion / M.Leigh / Ruy Guerra

Comments

  • Orvalho
    Responder

    “Romper a incabível prisão”

    Libertar-se!!!
    Viver, enfim…
    Bjs de Domingo com paz e amor.

  • Adri
    Responder

    “Quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz”…Que palavras profundas. Temos de vencer mesmo várias guerras internas para nos encontrarmos, sabermos quem somos e termos paz. Não conhecia essa música, gostei muito.
    Beijo
    Adri

  • Nilce
    Responder

    Maravilha Norma.
    Adorei ouvir tão bela canção na voz de Bethania.
    Obrigada por compartilhar.

    Bjs no coração!

    Nilce

  • manuel marques
    Responder

    Bethania sempre igual a Bethania.Grato pela partilha.

    Beijo.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: