Tantos Talentos

Imagem google

“A vida viciou em mim”… frase de Mario Lago que completaria hoje cem anos (26/11/1911- 30/05/2002. Homem de muitos talentos, carioca, graduado em advocacia,  foi ator, poeta, radialista e letrista. Quem não conhece  “Ai que saudade da Amélia” que compôs em parceria com Ataulfo Alves.

É imprescindível que se mantenha viva sua história.

Quando eu fazia o mestrado, coube-me apresentar ao meu grupo um artigo,  que consta da Revista Gênero-NUTEG, cujo título é Um Passageiro Inquieto no Tempo, A trajetória de Mario Lago, escrito por MonicaP. Velloso. Esta foi uma tarefa que muito me agradou, pois tive a oportunidade de conhecer com mais detalhes a história deste brasileiro talentoso.  Esta narrativa apresenta sua trajetória  multifacetada com diversas inserções sociais reunindo, o dramaturgo, o ator, o militante, o boêmio, o radialista e homem de tevê. A autora enfatiza sua atuação na “arte da malandragem”  pela sua capacidade de diblar com o controle dos poderes, usando do humor e a ironia como forma de desarmar o adversário. V.3, n2,p,43-55, 2003.

No campo literário,  o artista marcou  presença  com publicações como ‘Na Rolança do Tempo“, lançada em 1976 e ‘Meia Porção de Sarapatel’, publicada em 1986.

A programação em sua homenagem é vasta,  tendo começado  no dia 23 com seminário sobre sua obra, no Museu da Imagem e do Som, além de lançamento de medalha e selo comemorativo, entre outras.

Para finalizar fica aqui registrado um dos seus poemas:

Devolve
(Mário Lago)

Devolve toda a tranqüilidade
Toda a felicidade
Que eu te dei e que perdi
Devolve todos os sonhos loucos
Que eu construí aos poucos
E te ofereci
Devolve, eu peço, por favor
Aquele imenso amor
Que nos teus braços esqueci
Devolve, que eu te devolvo ainda
Esta saudade infinda
Que eu tenho de ti

Norma

Comments

  • chica
    Responder

    Bela lembrança e homenagem à esse grande homem…Era maravilhoso sempre! beijos,lindo fds,chica

  • josé cláudio – Cacá
    Responder

    A força da televisão é algo impressionante, Norma. Eu sempre admirei o Mário Lago muito mais como letrista, poeta e escritor do que como ator. Mas esta é a simbologia que ficou dele para a maioria das pessoas. De qualquer forma , isso não diminuiu em nada o grande talento geral desse magnífico homem. Abraços. Paz e bem.

  • luma
    Responder

    Costumo comprar online os selos comemorativos dos Correios e estou esperando ansiosamente o selo do centenário de Mário Lago. O lançamento previsto para o dia 30 às 19h30m e certamente haverá congestionamento no site 😉
    Bom Domingo! Beijus,

  • Toninho
    Responder

    Uma bela homenagem/lembrança deste fantastico Lago, com toda sua pseudo malandragem encantou o país em suas multiplas ações.Gostei do poema ilustrativo.
    Bom domingo Norma.
    Desejo que a paz esteja aí te espiando com carinho.
    Um abraço.
    Bju.

  • Denise
    Responder

    Sempre que leio alguma coisa dele ou sobre sua trajetória, sinto uma imensa ternura…acho que seus olhos me puxavam para um lugar muito especial, onde associo muitos aprendizados. Um GRANDE homem, como disse o Cacá, ser ator pareceu integrar suas partes criativas e infinitamente preciosas como criador.

    Um beijo, bom domingo!

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: