Surpreenda-se

Surpreensa-SE

Pode-se ter surpresa no suceder dos dias.

A esperança alimenta e creio mesmo que atraia o que se deseja. Assim sendo, Era uma vez uma bela jovem que ansiava encontrar o amor que sempre idealizou. Uma noite, em um passeio com algumas pessoas conhecidas e outras não, sentiu uma estranha emoção assim que o viu dirigir-se ao  transporte que ocupavam. Amor a primeira vista! Nada sabia sobre ele, mas a aparência física e o os olhos a atraíram.

A viagem transcorreu com uma conversa animada e a posição das poltronas facilitou a interação. Na chegada ao restaurante, ele sentou-se a sua frente, o coração acelerou quando ele se dirigiu a ela; conteve-se e conseguiu conversar naturalmente. Ah! a voz lhe parecia uma música suave. Após o jantar, foram convidados para um outro salão onde havia um conjunto que tocava e alguns pares dançavam. Todos se acomodaram e, surpreendeu-se ao ser convidada pelo simpático rapaz para dançar.

Dançaram, conversaram e aos poucos foi sabendo sobre ele: separado há alguns meses, advogado, estava diversificando seus passeios para ampliar a rede de conhecimento de pessoas. No final da noite, ele já tinha o seu telefone e se despediram com promessas de contato breve.

Os dias se passaram, a ligação não veio. Ficou triste, tinha considerado que encontrara seu “principe encantado”. Contudo, manteve suas programações e em outro passeio lá estava ele. Assim que ele entrou, percebeu que estava na companhia de uma moça, cumprimentaram-se e manteve-se discreta. Durante o tempo que permaneceram no teatro, ficou observando e ficou nítido que formavam um casal.

Neste dia voltou triste para casa, porém na tarde seguinte recebeu a ligação tanto esperada. Marcaram um encontro e soube que a moça que o acompanhara era sua irmã e que ele tinha viajado inesperadamente a trabalho e retornara há poucos dias. Sobre o final feliz, quem sabe,  poderá ou não acontecer.

Enfim, surpresas sempre acontecem a cada dia, e é no  transcorrer dos dias que a trama amorosa tece o seu final…

Grata por sua visita

Norma Emiliano

Comments

  • chica
    Responder

    Puxa, quanta surpresa nessa história! E realmente a vida está cheia delas… Também tive uma grande quando soube que meu pai, não era o verdadeiro pai. Mas pra mim sempre assim o foi! Lindo dezembroi! bjs, chica

  • roseliadosreisbezerra
    Responder

    Bom dia de Domingo de Dezembro, querida amiga Norma!
    Muito bonito, sugestivo e romântico conto.
    A discrição da moça lhe foi favorável.
    Como e bom saber esperar…
    Final feliz, na certa.
    A vida nos surpreende.
    Tenha um mes de Dezembro feliz e abençoado!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • Gracita Fraga
    Responder

    E quem diz que a esperança é a última que morre?
    Ela esperou paciente até que o encontro aconteceu e pela trama da narrativa parece-me que tenha um desfecho feliz
    Bom domingo e Beijinhos

  • toninhobira
    Responder

    Quem espera sempre alcança, três vezes salve a esperança, já dizia a música Norma.Este alimentar-se há que ser ponderado e bem analisado, sob pena de passar a vida esperando, como Pedro pedreiro de Chico Buarque. A vida tem muitas surpresas e como esta são lindas e muitos dirão que não que não existem, pois normalmente surgem só sapos nos caminhos;
    Muito bom texto.
    Meu abraço de feliz dezembro
    Beijo amiga,========================================================================================

  • Dina Fernandes
    Responder

    Interessante o conto, imagino a surpresa dela ao vê-lo acompanhado, como a vida está sempre nos reserva surpresas, umas agradáveis , outras não, valeu a espera sem perder a esperança.

    Boa noite e boa semana.
    Abraço!

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    “A esperança alimenta e creio mesmo que atraia o que se deseja” Creio firmemente que assim seja.
    Uma bonita história que dá conta disto mesmo.
    Há que saber esperar…
    Um beijinho.
    Ailime

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: