Simplesmente aconteceu

Casal-dancando-

Eram amigos da dança, frequentavam um grupo e assim foi por um bom tempo. Certo dia, numa festinha, ele a convidara para dançar, e lá estavam ao som dos boleros e, subitamente, os passos cadenciados, os rostos colados, o contato das mãos, as respiração ofegantes os envolvem numa energia diferente;  mistura de muitas emoções. Ao final, houve um olhar peculiar e a suposição de algo mais poderia suceder.

Na saída, ele a esperava, ofereceu para levá-la de carro para casa. No percurso conversaram e ele mostrou interesse em encontrá-la fora do grupo. Desta forma, marcaram, encontraram-se algumas vezes; porém a emoção daquele dia  não mais aconteceu. Fora apenas um feixe luminoso que se soltara de algum recanto dos sentimentos para logo se evaporar como as bolhas de sabão.

Norma Emiliano

Grata por sua visita

Comments

  • chica
    Responder

    Tão lindo e envolvente clima romântico…Pena que ao final se dissipou… LINDO! bjs, chica

  • roseliadosreisbezerra
    Responder

    Boa Tarde de paz, querida amiga Norma!
    Bom é quando a dança da vida nos faz bailar até sem música pelo ritmo do ❤️ e assim vamos ano após ano… Lindamente valsando a boa dança do Amor.
    Adorei o post e a imagem bem romântica.
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • Calu
    Responder

    O romantismo é sempre comovente.
    Flash de segundos carregados de emoções surpreendentes. Bom de ler. Bom de acontecer.

    Bjs,
    Calu

  • Ailime
    Responder

    Boa noite Norma,
    Um envolvimento muito bonito, mas algo fez dissipar aquela atração de momento.
    Foi pena. Acontece tantas vezes, mas o contrário também. E até na idade madura…. Conheço casos.
    Bejinhos,
    Ailime

  • Celina Pereira
    Responder

    Boa noite,
    há encontros de corações que duram alguns
    momentos, mas também têm o seu brilho. Outros,
    são duradouros e não só brilham como embalam
    e suavizam a vida.

  • Jeanne
    Responder

    que lindo Norma, engraçado, ontem pensei em ti, não tinha mais te visto no boteco, tua presença suave,delicada e marcante. Bom te rever,rsrs bjs

  • Norma Emiliano
    Responder

    Obrigada Jeanne vou retonar, que bom que sentiu minha ausência, Grata pelos elogios. Bjs

  • toninhobira
    Responder

    Simplesmente acontece Norma e com uma frequência estonteante, o desencanto é normal do ser, que se deixa levar um pouco mais pelo momento e vive o sonho, mas acorda em outra realidade e muitas vezes, ludibria-se este desencanto e vive sob o tédio de algo, que não mais lhe acresce emoções. É muito traumático e muitas vezes há os que não se tocam neste desenlace e sofrem se enganando.
    Abraços amiga.
    Beijo.

  • verena
    Responder

    O romance pouco durou.
    Pena!
    Lindo conto, Norma.
    Um carinhoso abraço de
    Verena.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: