“Rocketman”

rocketman-1-750x380

Taron Egerton, que interpreta Elton no filme ‘Rocketman’ e  Elton John

Assisti o filme baseado na biografia do cantor e compositor Elton John desde a sua infância até os dias atuais. Sua trajetória é marcada por suas relações conflituosas com os pais, que não eram afetuosos e o tratavam com  desvalorização, causando-lhe grandes danos psicológicos. Talentoso e tímido não acreditava em si próprio e sofreu terrivelmente por não se sentir amado.  Pianista prodígio Reginald Dwight mudou seu nome para Elton John e tornou-se uma estrela da música de renome internacional durante os anos 1970.

Há situações muito intensas. Suas relações amorosas são frustrantes o levam a tentativa de suicídio com soníferos na piscina de sua casa, em um dia de festa. Em seus piores momentos com o vício em álcool e drogas buscou, como tábua de salvação, o casamento com uma mulher atraente, mas não deu certo por sua homossexualidade. Como consequência, ele totalmente descontrolado,  (não se apresenta num dos seus shows),  busca tratamento em uma clínica  por conta própria.

O filme mostra como na terapia consegue se reconectar (mentalmente) e ressignificar sua  relação consigo mesmo e com seus pais e poder futuramente construir sua própria família e se manter abstêmio (25 anos) até o  presente momento.

Gostei e recomendo, é um bom filme e para os profissionais da área da psicologia pode ser o fio condutor para debates significativos sobre a importância da família na formação do indivíduo.

Comments

  • Ailime
    Responder

    Boa noite Norma,
    Posso imaginar pela sua explicação como deve ser um filme extraordinário.
    É muito importante que os filhos se sintam amados desde sempre. Caso contrário muitos problemas podem daí advir.
    Beijinhos e uma boa semana.
    Ailime

  • chica
    Responder

    Parece muito legal! Não sabia nada dele! bjs, chica

  • Majo Dutra
    Responder

    Grata pela divulgação, Norma.
    Estou a passar por um momento difícil, inadvertidamente fui cair no blogue de um homosexual e, não tendo nenhuma fobia, apeteceu-me fugir… para longe.
    Porém, ele é muito gentil e tem no rosto um fundo infeliz, talvez devido a muita rejeição…
    Vou ver se consigo lidar com a situação.
    Abraço grande.
    ~~~

  • toninhobira
    Responder

    Que legal Norma, eu vi falar do filme, porque sempre fui fã de Elton e já tinha lido sobre sua vida e este filme deve ilustrar bem esta trajetória do cantor. Uma boa dica Norma.
    Beijo

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: