Poetando com

Manoel de Barros

Manoel Wenceslau Leite Barros nasceu em Cuiabá, Mato Grosso,  em 19 de dezembro de 1916, faleceu em 13 de novembro de 2014. Com linguagem simples escreveu temas sobre a natureza e o cotidiano.

 

images (1)

 

Experimentando a manhã dos galos

“… poesias, a poesia é

– é como a boca
dos ventos
na harpa

nuvem
a comer na árvore
vazia que
desfolha a noite

raíz entrando
em orvalhos…

os silêncios sem poro

floresta que oculta
quem aparece
como quem fala
desaparece na boca

cigarra que estoura o
crepúsculo
que a contém

o beijo dos rios
aberto nos campos
espalmando em álacres
os pássaros

– e é livre
como um rumo
nem desconfiado…”

Grata por sua visita

Norma Emiliano

Imagens NET

Comments

  • chica
    Responder

    Que lindo ,adorei ler! Gosto muito dele também ! beijos, lindo domingo! chica

  • roseliadosreisbezerra
    Responder

    Boa tarde de Domingo, querida amiga Norma!
    Gosto muito do estilo dele. Tenho identificacao.
    Gostei de ve-lo por aqui.
    Tenha uma nova semana feliz!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • verena
    Responder

    Beííssima poesia escolhida, Norma
    Gostei imenso.
    Uma excelente semana para tí.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

  • toninhobira
    Responder

    Manoel é sempre uma viagem pela sensibilidade, aqui uma bela garimpada de sua obra.
    Pai de um poetizar da natureza incomum.
    Grato pela partilha.
    Beijo

Deixe uma resposta para toninhobira Cancelar resposta

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: