Poetando

O TEMPO…

Os antigos retratos  de parede não conseguem ficar por longo tempo abstratos. Mario Quintana

A passagem do tempo é tão rápida, que as etapas da vida se sucedem e sempre surpreendem.  Contudo, o momento pandêmico me trouxe a impressão que houve um aceleramento que ainda estou a definir…

A poesia sempre me da voz, assim aí vai minha inspiração…

 

O espelho 

As fotos

Afirmam

O tempo

Passou.

 

Resta

O brilho

Dos olhos

O sorriso

Terno

 

Da menina

Da jovem

Da senhora

Sonhadora

Vivaz

 

Unidas

Na alma

No hoje

Carregando

Para a eternidade

A experiência

De SER

 

Para além

Da beleza

Da juventude

 

Desapego

da imagem

Cultivo da

Maturidade

 

Seguir

Com alegria.

Grata por sua visita

Norma Emiliano

 

 

 

 

 





Comments

  • Sueli
    Responder

    Boa noite Norma, uma linda poesia! Eu também tive essa sensação do último ano, e associada também uma sensação de vazio. Mas sou otimista e o lado bom é que conseguimos passar! Bjs Sueli

  • Fá menor
    Responder

    O tempo passou, sempre passa, mais rápido ou mais lento conforme a nossa percepção seja afectada por diversos factores…
    Que o brilho do olhar e o sorriso nunca esmoreçam, apesar de todos os pesares.
    Bela poesia!

  • toninhobira
    Responder

    E o tempo voa com asas longas e plaina
    sobre nossas emoções lentas no recordar.
    Sigo sobre o ponteiro das horas, vou lentamente
    observando os minutos em segundos apavorados.
    É o tempo, senhor de tudo.
    Bonito e inspirador Norma.
    Beijo e feliz semana da esperança.

  • rudynalva
    Responder

    Norma!
    Poema mais que inpirado.
    cheirinhos
    Rudy

  • chica
    Responder

    Que lindo Norma e também não sei explicar como,mas parece passar rápido o tempo e diferente normalmente pensaria a nós ser! Bjs lindo do mundo,chica

  • Ailime
    Responder

    Boa noite Norma,
    Coisa estranha, mas também me deu a impressão que no último ano o tempo acelerou.
    O seu poema é magnífico!
    Precisanos cultivar a maturidade e seguir com alegria, sim.
    Beijinhos e bom domingo.
    Ailime

  • Marilene Duarte
    Responder

    Norma, temos, de fato, a sensação de que o tempo está passando mais depressa. As mudanças, as transformações, se tornam cada vez mais gritantes. Cultivar a maturidade é ato de sabedoria. Gostei muito do seu versar. Bjs.

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

%d blogueiros gostam disto: