Oferenda

 

Em qualquer situação da nossa vida nos preparamos para o encontro do eu e você.  O dar e receber encontra- se na sintonia que é percebida através da expressão facial, corporal, comportamento e palavras.  Contudo, disponibilizarmo- nos para outro só  é possível quando estamos em contato conosco.

Quando fiz minha graduação em Serviço Social,  tinha como foco as pessoas e suas questões. Mas só tomei consciência da minha  função de cuidadora quando fiz a formação em Terapia Familiar Sistêmica e inicei os atendimentos com  indivíduos, casais e familias, apesar de, anteriormente,  nas relações de amizades o meu potencial de disponibilidade  ter sido  neste sentido.

Encontrei na poesia abaixo uma forma de falar desta oferta.

 

Permite-me que eu fique
ao teu lado
neste teu momento de  dúvida e dor.

Que eu fique simplesmente,
sem nada dizer,
sem te tocar.

Ofereço meu ombro
para o teu choro,
minha mão para um afago,
um gesto para teu consolo.

Quando não tiveres
quem te ouça,
te empresto os meus ouvidos.
Fala-me de ti
sem reservas, sem medo.
Não serei juiz
dos teus feitos.

Mesmo que
não concorde com nada
do que dizes,
ainda assim, te acolho.

E quando tudo, tudo
parecer perdido
depositarei o meu afeto
em tuas mãos quebradas.

Glac Moura in Mosaico, 2004

Norma

Comments

  • Isadora
    Responder

    Norma, muitas vezes o que um amigo, ou alguém precisa é apenas um ombro e um ouvido. Um aconchego e escuta.
    Temos que ter disponibilidade para isso. Nós mesmos precisamos disso em alguns momentos.
    Um beijinho

  • josé cláudio – Cacá
    Responder

    “Se todos fossem iguais a você…que maravilha seria…”
    Norma esse tipo de gesto, tão inusual nos nossos dias é algo entre arrebatador e especialmente maravilhoso.
    Meu abraço. Paz e bem.

  • Nilce
    Responder

    Norma, é só disso que precisamos nas nossas piores situações.
    Não é preciso tocar, falar. Apenas ouvir e nos sentir.

    Bjs no coração!

    Nilce

  • Ana Karla Misturação-Misturão
    Responder

    Norma essa poesia é uma grande reflexão para que todos possam se doar sem nem mesmo dizer uma palavra.

    Maravilhoso!

    Xeros

  • Lu Souza Brito
    Responder

    Que simples e lindo este oferecimento. É exatamente do que precisamos no momento de turbilhão….
    Grande Beijo

  • roselia
    Responder

    Olá, querida
    O acolhimento é a oferenda do eu ao outro… que post mais reflexivo! Bem como gosto…
    Tenha ótima noite e paz interior pra vc.
    Abraços acolhedores…

  • DIRA
    Responder

    ola norma, tenho usado seu poema OFERENDA para meus alunos traduzirem ao espanhol. Eles adoraram. questionada pelo autor e titulo fui buscar ja que nao copiei da primeira vez. Olha , e um sucesso, e muito bom para trabalhar alguns aspectos da gramatica espanhola. Alem, claro, de toda doçura que expressa e o valor do afeto. parabens.

  • Norma Emiliano
    Responder

    Ola Dira grata por sua visita e comentários. Deve ter visto que a autoria é de Glac Moura in Mosaico, 2004. Fico feliz que esteja sendo útil.
    Volte sempre.
    bjs

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: