Momento poético

poesia-21

Não sei do amanhã
Mas, hoje, amanheci plena
plena em vida
plena em esperança
plena de vida…

Meus eus

Pés firmes no chão

Cabeça erguida

Olhos voltados

Para o por vir

*

Tempo que urge

De delicadezas

Do viver com qualidade

Sem pesos descabidos

*
Na solitude encontro espaço

Entro e saio do compasso

Busco traços do passado

E me encontro no presente

*
Entrecruzo as etapas

E costuro os meus eus

Sou árvore de muitos frutos

Fincada em uma só raiz.

Norma Emiliano

Grata por sua visita

Comments

  • chica
    Responder

    Maravilha de momento poético! Gostei muito e precisamos raízes fortes! bjs, chica

  • Maria Luiza Saes de Rezende
    Responder

    Norma, tenho dificuldades ainda com meu cérebro, após minha doença, mas acho que consegui achar onde comentar. Desculpe-me! Amei suas poesias. Estás se tornando verdadeira poeta! Louve a Deus pelo dom! Beijos! Feliz domingo!

  • Graça Pires
    Responder

    Um poema cheio de esperança. Gostei muito.
    Uma boa semana.
    Beijo.

  • Majo Dutra
    Responder

    Maravilha, Norma.
    Desejo que continue assim na semana e nos próximos tempos… Quatro anos, não é?
    No meu espaço PELO BRASIL.
    Abraço amigo.
    ~~~

  • toninhobira
    Responder

    Linda construção Norma.
    É preciso esta leveza que vem de dentro.
    Nada pode nos tirar do prumo e rumo para a felicidade incondicional.
    Gostei.
    Beijo

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Muito belo o seu poema!
    Gostei imenso.
    Um beijinho e boa semana.
    Ailime

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: