Sobre carnaval

orkut_carnaval012

Estamos próximo da festa mais popular do Brasil. Momento em que muitas  pessoas buscam entrar em outra dimensão em suas vidas e se entregam a “folia”.

Este texto foi escrito em 2010; é uma republicação neste espaço.

Um pouco de história.

Segundo conta a história, em Roma, em louvor ao deus Saturno, comemoravam-se as Saturnais. A importância desses festejos eram de tal porte que tribunais e escolas fechavam as portas durante o evento, escravos eram alforriados, as pessoas saíam às ruas para dançar. Na abertura dessas festas, carros em forma de navios saíam na “avenida”, com homens e mulheres nus. Estes eram chamados os carrum navalis. Dizem  que daí saiu a expressão carnevale.

O costume de se brincar no período do carnaval foi introduzido no Brasil pelos portugueses, provavelmente no século XVI, com o nome de Entrudo.  Essa palavra  vem do latim introitus  que designa as solenidades litúrgicas da Quaresma. As pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos, farinha, fuligem, cal, pó-de-sapato, alvaiade e vermelhão, que empapavam o transeunte . Esse acontecia num período anterior a quaresma e portanto tinha um significado ligado à liberdade.

 Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo, de origem européia, também foram incorporados ao carnaval brasileiro. No Brasil, no final do século XIX, surgem os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos “corsos”.  As pessoas se fantasiavam, decoravam seus carros e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades. Está ai a origem dos carros alegóricos, típicos das escolas de samba atuais.

No século XX, o carnaval cresce e torna-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu devido às marchinhas carnavalescas. A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar que anos mais tarde transformou-se na escola de samba Estácio de Sá.  A partir dai o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Começam a surgir novas escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, começam os primeiros campeonatos de beleza e animação.

Hoje é uma grande atração turística e  esses festejos ocorrem de forma distinta em cada região brasileira de acordo com suas especificidades. De acordo com, Cavalcanti (1983) no Brasil no carnaval, as posições sociais são invertidas dando a essa festa nacional uma grande importância por sua popularidade unindo uma grande parcela da nação em uma mesma “corrente” de confraternização, mas que de acordo com Da Matta (1990)  na verdade os festejos carnavalescos apenas passam está falsa ideia.

“O espaço do Carnaval é um espaço mítico contemporâneo. Um espaço onde se vive,se brinca e se extravasa, soltando pressões acumuladas em tantos espaços comuns; mas também acumulando outras pressões capazes de municiar a busca pela qualidade de vida em todos os espaços. É, portanto, um espaço anárquico, momentâneo e sedutor. No entanto, tão simbólico quanto significativo. (OLIVEIRA, 2007, p.15).

Fontes

http://artes.com/carnaval/historia.html

http://www.karnaval.com.br/c_origem_e_historia/index.html

Cavalcanti.L.M D. O carnaval na poética de Manuel Bandeira. Darandina Revista Eletrônica.Programa de Pós-Graduação em Letras / UFJF – volume 2 – número 1. 1983

Damatta, R. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1990.

Oliveira, C. D. M de. Geografia do turismo na cultura carnavalesca: o sambódromo do Anhembi. São Paulo: Paulistana, 2007.

 

Norma Emiliano

Comments

  • Pandora
    Responder

    O carnaval é uma dessas festas antigas que parecem ter vida própria e uma história tão longa que brincando chegaria aos tempos das cavernas… Os egipcios já festejavam o carnaval antes dos gregos, era a festa do Boi Apis, se eu não me engano… Eu particulamente não gosto da folia, mas confesso que falar e ler sobre a história de qualquer coisa sempre me estimula! 🙂

  • Élys
    Responder

    Sempre é bom aprendermos um pouco mais sobre os acontecimentos que envolvem tantas pessoas, assim como acontece com o carnaval.
    Um abraço.
    Élys.

  • misturebasblog
    Responder

    Bela pesquisa sobre o Carnaval fizeste.Lindo texto, bem apropriado à data! bjs,chica

  • Majo Dutra
    Responder

    Gostei sobremaneira do seu artigo sobre o Carnaval, pois estava a parecer-me que só eu gosto de brincar ao Carnaval e do seu mundo de fantasia e alegria.
    Faz bem soltarmos, por estes dias, a criança que ainda existe em nós…
    Dias muito felizes e agradáveis, Norma.
    Abraço.
    ~~~

  • Gracita
    Responder

    Bom dia Norma
    O carnaval é festa ímpar! E cada folião aproveita os dias de folia podendo escolher em nosso país a especificidade que mais lhe apetece.
    Eu gosto da alegria dos carnavais. Mas o feriadão com certeza é a melhor parte.
    Um ótimo dia pra você
    Beijos

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Gostei de saber a origem do Carnaval e desconhecia que tinham sido os portugueses a levarem o Entrudo para o Brasil!
    Apesar da evolução, aqui contínua muito mais modesto apesar de muitos corsos em diversas cidades serem animados por artistas brasileiros.
    Um beijinho,
    Ailime

  • toninhobira
    Responder

    Que boa pesquisa Norma, eu tinha lindo muito sobre o carnaval e ainda não tinha visto estas colocadas aqui.É uma festa que vem se modificando mas sempre no seu bojo está o se libertar e extravasar emoções reprimidas ou não. Claro que em tempo de política acirrada no país, a festa vem como um gelo na situação e ja temos histórico de coisas que se fizeram nos períodos de festas, quando o povo está desmobilizado. Já brinquei muito nos carnavais antigos, antes do Axé invadir as ruas e o Brasil. Mas acho interessante a irreverencia das pessoas neste período.
    O que se espera que seja uma festa de alegria embora sabemos o quão difícil estará a segurança neste período num país sem controle e de muitos desfavorecidos. Mas é carnaval e vamos ver o povo na rua e quem não gosta bom tempo para uma escapada para um lugar tranquilo para refazer as energias.
    Um abração e bom relax.
    Bjs

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: