Blogagem Coletiva – Vida Simples

 

Nesta participação na Blogagem coletiva Vida Simples com o subtema Lugar,  escolhi me reportar há um tempo passado, a um importante lugar  da minha trajetória de vida.

 

VIDA NO INTERIOR

 

vida-na-roca3

 

Numa etapa da minha vida, vivi no interior por 13 anos. Moça urbana, cansada da vida dos grandes centros, tomei a decisão de  sair do colo da família de origem e ousar novos voos em direção à construção do meu próprio núcleo familiar. 

Cidadezinha do interior, cortada pelo rio Paraíba, circundada de fazendas e morros e  com belas praças .

 

SF

 

praç

 

 

  Foram tempos nos quais usufrui da simplicidade que a  vida nos oferece.

 

Manhãs desperta pelo canto do galo,  dos pássaros e sino da Igreja. Manhãs de bolo de milho, de leite vindo do curral , de queijos e manteigas com o gostinho do quero mais. 

 

galo         

beijaflor9

 

 

 Ah!  as crianças.  Carinhas amassadas, lentidão no despertar preguiçoso. Merendas postas na mochilas, uniformes impecáveis,  os beijos e o  até logo mais…..

Entre filhos, marido, amigos,  trabalho, livros e música,  a vida transcorria lentamente. Algumas vezes acrescida de uma festa na vizinhança ou bailes na comunidade. Tempo para amar, trabalhar e brincar.

 

             te_amo_78

 

O rio corria manso, os anzóis fisgavam  peixes,  alegrando a criançada  e os adultos. Domingo de festa na fazenda.. Homens falando de jogo e contando piadas; as mulheres “tagarelando”  e  arrumando a mesa com os quitutes e as crianças correndo de um lado para o outro até cansar. Vida simples, tranqüila, de um dia após o outro sem a espera do final de semana para reunir a família.

fam u

 

Lembranças vivas dos jardins floridos, da sombra das mangueiras, das frutas retiradas das árvores, da brisa fresca, do sol se pondo, da alegria do abraço e dos beijos, das estrelas brilhantes, da rede que nos embalava no descanso enquanto a noite dava boas vindas  ao sono reparador.

 

noite

 Tantos afetos e  muita natureza no simples fato do VIVER.

Para fechar com chave de ouro, reproduzo o poema de Cecília Meirelles.

 

O meu pomar

Se eu tivesse um pomar, um pequeno pomar que fosse, não lhe poria grades à roda,
como os outros proprietários. Não poria, a guardá-lo, um desses cães enormes,
rancorosos, que andam sempre rondando os pomares …

O meu pomar seria assim: toda aberto, para todos.  E, quando o outono chegasse e
as árvores ficassem cheias de frutos amarelos e vermelhos, nenhum pobrezinho teria
fome, nenhuma criança choraria de sede, passando pelo meu pomar …

E, no inverno, ainda haveria lá onde alguém se abrigasse, quando chovesse muito ou
fizesse muito frio …

Se eu tivesse um pomar, ele estaria sempre em festa, cheio de borboletas e de
pássaros …

Como eu seria feliz, se tivesse um pomar !
.

Cecília Meireles
Do livro: CRIANÇA MEU AMOR

 Este post é para a Blogagem Coletiva Vida Simples, promovida pelo blog Mila’s Ville.

 

Comments

  • Iêda klein
    Responder

    Oi amiga. Bom dia.
    É mesmo uma recarga positiva este contato que nos permite a Mila, não é? Cada postagem que lemos mostra o que não devíamos perder!…Mas…
    Beijos, Iêda

  • Ana Karla
    Responder

    Bom dia Norma!
    Que beleza de post!
    A simplicidade enobrece o ser humano em suas atitudes.
    Parabéns mais uma vez.
    Boa semana.
    xeros

  • Açuti
    Responder

    Oiii Norma,

    nossa, que relato gostoso!!!
    Adoro cidades do interior e morro de vontade de juntar os “trapos” do pessoal aqui de casa e partir pro interior…ainda faremos isso, acho uma vida muito mais saudável!!

    bjksss e tenha uma excelente semana.

  • Macá
    Responder

    Norma
    Só quem já morou no interior sabe realmente dessas delícias da vida. E esse céu estrelado maravilhoso? Aqui em SP nem olho pra cima pra não perder tempo kkkkkk
    Ah! o poema da Cecília encerra bem tudo o que disse.
    Amei.
    bjs

  • leci irene
    Responder

    Boa tarde! Este teu lugar é deveras um alimento para a mente e o corpo – é nestas cidades pequenas e amorosas que a gente aprende o valor de cada minuto!
    Beijos

  • Norma Emiliano
    Responder

    Olá queridas
    Ieda, Ana Karla, Açuti, Macá e Leci
    A blogagem vai nos entrelaçando e possibilitando que encontremos nossas afinidades e desejos comuns.
    Voltem sempre. Vcs são as flores deste meu jardim.

    bjs

  • Astrid Annabelle
    Responder

    Que beleza de post, Norma!
    É bem assim mesmo que viver faz bem…simplesmente viver!
    Eu fiz exatamente isso, só que escolhi o litoral, pois tenho necessidade da proximidade do mar.
    Aqui tudo anda no tempo certo…ninguém tem pressa para nada.
    Somos felizes!
    Lindas imagens…lindas!
    Um beijo
    Astrid Annabelle

  • marli soares borges
    Responder

    Oiiii Norma,
    Muito linda sua postagem, um relado recheado de gostosas recordações. Vida no interior é muito boa mesmo. Eu sei, vivo assim, mas com as regalias da cidade!! hehe. Bjsssssss

  • Isadora
    Responder

    Nora, nunca tive a oportunidade de morar em uma cidade do interior, mas isso que você descreveu de a vida passar mais lentamente e com calma, eu desejo todos os dias.
    Que bom ter disfrutado dessa calma e paz.
    Um beijo

  • Yoyo
    Responder

    Um relato encantador e que me deixa com uma vontade enorme de fazer o mesmo: fugir para um lugar assim.
    Bjos

  • Lúcia Soares
    Responder

    Norma, que vida boa para criar filhos e viver na paz.
    Eu sempre falava que “detesto interior” mas agora vou mudar meus conceitos. A vida pode ser boa em qualquer lugar onde se esteja bem e com quem a gente ama. Mas gosto de um interior meio “interiorão”, cidade não muito pequena. As “rocinhas” mesmo, só pra passear.
    Beijo e boa semana!

  • Norma Emiliano
    Responder

    Olá
    Astrid, Marli, Isadora, yoyo e Lucia

    As trocas são imprescindíveis a nossa vida. Fico feliz que tenham deixado seus comentários sobre o viver, simplesmente o viver na paz e harmonia.

  • Rozani
    Responder

    Oi Norma!
    Muito linda sua blogagem.Me desculpa, a demora de responder sua mensagem da semana passada. Hoje eu fiquei fazendo a blogagem durante horas por causa da quantidade de imagens.Acabou que o post sumiu! Acabei não postando mais nada.
    Obrigada pela sua visita semana passada.
    Bjs,Rozani

  • Jordana
    Responder

    Oi Norma! Achei uma delícia o modo como você relatou sua vida no interior. Não deve ser fácil sair de uma rotina tranquila e gostosa como essa. E o bolo de milho me deixou com água na boca, viu!
    Luz e paz…

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: