Amor e paixão

images (1)

“O amor começa quando colocamos uma metáfora poética no rosto da pessoa amada, A paixão está ligada a contemplação da beleza- o olhar do apaixonado torna a pessoa bela.” Rubem Alves

Já escrevi em alguns artigos sobre a escolha do parceiro, sobre as fases pelas quais os casais atravessam na vida dois,  sobre o amor e sexualidade. Contudo, ao ler Cantos do Pássaro Encantado de Rubem Alves, tive vontade de retomar estes tema através do seu olhar, pontuando alguns fragmentos deste livro que belamente nos coloca diante do nascimento, da morte e ressurreição do amor.

“A razão do encantamento encontram- se em tempos anteriores, existe fechada em si mesma, que subitamente nos extrai do presente. É uma emoção (…) que se apossa da alma, a domina e se basta” p.23

“A paixão é pura porque vive de uma coisa: a imagem da pessoa amada.(imagem que apaga todas as outras)”.

” Nos prazeres do sexo, ao se esgotar a orgia, o desejo é se livrar da mulher (na paixão,  ama-se a bela cena antes de amar a pessoa (A alma é uma coleção dos belos quadros adormecidos, seus rostos envoltos pelas sombras)” p. 31

“O amor começa com a poesia. O corpo é um instrumento. A poesia é a música”. p.54

“É com os tênues fios da conversa que se tece o amor”.p.57

Amor e velhice- A sexualidade pertence a ordem da biologia. Mas o amor pertence a  à ordem da poesia”. E viveram de ternura!… p.75

“O amoroso goza o seu amor com a  leveza de uma criança, enquanto o apaixonado sofre a sua paixão por vivê- la sempre iluminada pela possibilidade da perda. (A saudade é o sentimento que mais se aproxima da paixão, pois é o amor quando  tocado pela morte)  p. 99.

“A morte, ao levar a pessoa amada, retire-a do tempo, eterniza o amor e congela o abraço.”(…) A imaginação sofre, mas o seu sofrimento é belo. A ausência da esperança tranquiliza a alma”.

Mas quando não é a morte da pessoa amada, e sim a partida para um novo amor, a imaginação enche a ausência de fantasmas, a desesperança chega muito devagar… P. 103

“Metamorfoses acontecem sempre…(Os seres humanos passam por metamorfoses com mais facilidade. É que nossa casca, diferente dos animais, é feita de símbolos.(…) basta que as palavras se alterem . (…) os símbolos se esgotam. Tudo que é belo tem que morrer” (…) Há a morte / ressurreição)

“Eu sempre sonho que uma coisa gera, nunca nada está morto.

O que não parece vivo, aduba.

O que parece estático, espera. Adélia Prado, p. 128

Nestes entrelaços dos fragmentos das diversas crônicas  encontram-se as fases do amor, desde o encantamento inicial,  até o fim que, por diversos motivos, ou sem razão alguma, deixa de existir.

 

Cantos do Pássaro encantado: Sobre o nascimento, a morte e a ressurreição do amor. Rubem Alves, Ed. Planeta, 2017

Comments

  • Roselia Bezerra
    Responder

    Boa noite de paz, querida amiga Norma!
    O pensamento inicial do Rubem tomou conta do meu ser por inteiro…
    Lindo demais e verdadeiro!
    O transcorrer do post foi alargando a compreensão do tema.
    Toda paixão inicial pode permanecer durante todo o percurso do Amor. Eu creio assim e alimento o sentimento para que tal se faça. É preciso dar cor e luz ao que sentimos com alegria plena
    Tenha dias felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno

  • chica
    Responder

    Adorei e o bom é saber atravessar cada fase, nunca deixando a peteca cair…Saber tudo passar e se manter juntos,enquanto o amor houver…bjs praianos,chica

  • toninhobira
    Responder

    Muito bonito o trabalho sobre o livro e suas reflexões.
    O sentimento amor é sempre complexo e nada fácil definir, podemos traçar milhares de definições e sempre ficará algo por definir. Gostei das reflexões sem dor, pois que as coisas assim acontecem mesmo, ainda que não assumidas, as dores virão pelo fato de não crer. Amar é um sentimento tão vasto, que confunde o ser. Amor que se faz em apego escravizando a pessoa, que se sente só e isolada sem o retorno, ainda assim crê, que vive um amor. Rubem é fantástico neste livro e sua partilha vem como um balaio cheio de reflexões e alertas, para quem quer viver um amor.
    Grato pela partilha Norma.
    Semana linda e proveitosa para você.
    Beijo amiga.

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Esse livro pelo que pude apreciar contem grandes reflexões e ensinamentos sobre o sentimento maior.
    Que as diversas fases do amor sejam sempre vividas com carinho, paixão, dignidade e respeito.
    Bejinhos,
    Ailime

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: