Ah! o tempo da felicidade

Vamos a blogagem proposta pela Chica, nos dias 5, 15 e 25 de cada mês. Brincadeira saudável, estimulando nossa mente.

selo botando cabeça permanente

A imagem proposta é para nos instigar a compor de forma livre.

Imagem proposta

IMG-20180924-WA0021

Há muito tempo, infância, eles (gatos), estavam presentes no meu cotidiano. Mas era um desespero para a família. Morávamos em casa,  na época em que a casa ficava aberta para quem chegasse, além de um grande quintal. Vira e mexe, um gatinho sumia, e eu, em desespero, querendo encontrá-lo. Hoje, eles são domesticados, em apartamentos e sua agilidade e velocidade não são estimuladas, prevalecendo a quietude.

Quando vejo esta imagem, me surge que, “pela sua ancestralidade genética”, rs, rs, ele aí está, olhando pela janela, saudoso dos tempos em que de telhado em telhado corria e namorava muitoooo. Ah! seu tempo de felicidade.

Participe e veja  aqui as outras participações.

Aproveito para desejar um FELIZ DIA AOS PROFESSORES.

Minhas homenagens

arranjo-de-flores-presente

Comments

  • chica
    Responder

    Que lindo! Saudades ele sente… Até ele as tem… Adorei!Obrigadão! Ficou TRI! Levei teu link! beijos, chica

  • verena
    Responder

    Bom dia, Norma
    Este gatinho está pensativo…
    Deve mesmo estar com saudades de pular e namorar…rs
    Ficou excelente a sua participação.
    LIndo dia.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

  • roseliadosreisbezerra
    Responder

    Boa tarde de paz, querida amiga Norma!
    Gostei muito da diferenciação da vida dos gatos de casa e dos apartamentos. Diferença gritante, eles perdem mesmo a liberdade e ficam como em gaiolas.
    Gostei muito da sua leitura da imagem.
    Tenha dias felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • Ailime
    Responder

    Boa tarde Norma,
    Lindíssima a sua inspiração!
    Lembro-me também de, na minha infância, ver gatos e gatos correndo sobre os telhados em alegres brincadeiras…
    Os tempos mudaram e hoje as suas vidas são limitadas quase a quatro paredes.
    Um beijinho e continuação de boa semana.
    Ailime

  • Anete Marques
    Responder

    Gostei à beça da sua criatividade e inspiração. Levou-me a refletir nos gatos de hoje e nos de outros tempos…
    Bonita participação!
    Meu abraço

  • Majo Dutra
    Responder

    Foi uma ótima participação, Norma.
    Também tive animais de estimação ao ar livre e por isso, não os tenho agora em apartamento.
    O meu abraço afetuoso,
    ~~~~~~

  • toninhobira
    Responder

    Belo olhar Norma.
    Os gatos tiveram que se adaptarem a um novo estilo de vida.
    Gosto de felinos que me passam uma paz e mansidão.
    Bela participação amiga.
    Bjs de paz.

  • Celina Pereira
    Responder

    Boa tarde, Norma.
    Também já tive gatinhos soltos numa chácara em que morava.
    Gosto dos gatos mas agora não tenho animais de estimação
    porque não há um espaço adequado no apartamento.
    Grata pelas felicitações a propósito do Dia do Professor.

  • https://poetandojuntosemisturados.blogspot.com/
    Responder

    Bom dia Norma,
    emai.

    Bem lembrado, pela carinha dele deve esar sentindo saudade da liberdade, sou fsccinada por gatos, fico riste so d eolar a carinha dele assim bisonho.

    Gostei demais.
    Tenha um abençoado dia.

    Bjss

Deixe uma resposta para verena Cancelar resposta

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: