A Gaivota, uma metáfora

No meu caminhar sempre há muito que contemplar e registrar. Assim, teci o momento vivenciado e registrado para compor o poema e consequentemente este post.

“Vê mais longe a gaivota que voa mais alto.” Richard Bach

 

20190918_115734

Arte da pesca

Elegância não lhe falta

Leveza no andar

Solitária,  vira

O pescoço lentamente,

Para um lado, para o outro,

Move-se em outra direção.

*

Para, abra as asas

Alça um pequeno voo.

Mais uma pedra

Para pousar.

Ereta caminha

Até a borda

*

Para.

Fixa o olhar

Não tem pressa

Aguarda sua presa

Aparecer para

Com seu bico afiado

A  fiscar.

Grata por sua visita

Norma Emiliano

 

Comments

  • chica
    Responder

    Adoro as inspirações que c hegam dos encontros das caminhadas.

    F i c ou.linda! Adorei! Bjs,tudo de bom,chica

  • https://poetandojuntosemisturados.blogspot.com/
    Responder

    Boa noite Norma,
    Finalmente consegui acesso via link.
    Descreveste com maestria a imponência e eleg\ãncia e habilidade pesqueira da garça,,, acho linda a pllumagem !! Lindos versos.

    Agradeço sua visita e cmentarios em meu humilde blog.

    Desejo que seja levve e radiane seu amanhecer!

    Abraço d epaz, deixo!

  • Roselia Bezerra
    Responder

    Boa tarde de paz, querida amiga Norma!
    Fiquei feliz com o voo que duas andorinhas deram ontem aí o Rj (um passarinho me contou que sentiram minha falta, rs)…
    Lindo poema e é bem certo que quem voa mais alto vê com mais perfeição.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  • Majo Dutra
    Responder

    Só tenho um livro de Richard Bach, ‘Fernão, Capelo, Gaivota’, oferecido pela filha quando adolescente…
    Gostei do seu poema/metáfora, ‘Arte de Pesca’, que pode funcionar para o bem e para o mal…
    Beijos
    ~~~

  • Calu
    Responder

    Esperta gaivota, bem sabe esperar pois, tem a certeza do bom proveito que a espera lhe trará.
    ” Quem voa mais alto vê com perfeição!”
    Bjos,
    Calu

  • Ailime
    Responder

    Boa noite Norma,
    Um poema belíssimo.
    Gosto de ver as gaivotas ao fim do dia descendo sobre a praia debicando aqui e acolá.
    Um beijinho e bom domingo.
    Ailime

  • toninhobira
    Responder

    Belo voo Norma, paciência e persistência em toda arte se manifesta.
    Olhar mais que a retina.]
    Linda inspiração Norma cada vez em voos mais ousados.
    Aplausos amiga.
    Beijo

Sua visita e comentários são muito significativos. Volte sempre.

Get Adobe Flash player
%d blogueiros gostam disto: